Seguidores

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Putas e Intelectuais

Data: 15 Outubro 2017

Recebo um email de alguém que se auto-denomina: Mestre Impiedoso! (O nome promete!!!!)
Passarei a transcrever (na íntegra) o que este leitor me dedicou e posteriormente a minha resposta (pública) ao mesmo.


"Acho uma piada enorme às putas com mania que são intelectuais.

Faz o trabalho de puta bem feito que é por isso que os clientes te pagam. E deixa o bla bla bla, para as intelectuais que estudaram para isso, e não ganham a vida como putas."


Claro que como ser humano defeituoso que sou, o meu primeiro impacto foi de espanto, seguido de alguma raiva. Estive quase quase quase a descer ao seu nível e dar-lhe uma resposta torta, quando me apercebi: EU também já pensei assim!!!

Nunca vos contei isto? Ups... Cá vai...

Aqui a Princesa (mimada) foi educada no seio de uma (algo) ampla família de intelectuais. Desde sempre fui incitada a questionar, a procurar conhecimento (pois o saber não ocupa lugar), a escutar e a observar. Sempre fui considerada estranha pelos meus pares por me aborrecer imenso por falhar o lugar de uma vírgula, por saber interpretar poemas de forma (quase) instintiva e por me expressar num português absolutamente correcto (do qual a maioria das vezes pouco entendiam!).

Como a nossa sociedade é feita de etiquetas havia aqueles sub-grupos marginais com os quais ninguém se queria misturar: as putas e os drogados. Os segundos creio que quase todos tivémos um caso na famíla, mas a esse até perdoamos e tentamos entender... Sangue é sangue... Mas e as putas??? Essas levavam com tudo... (Apesar de à priori não conhecermos nenhuma pessoalmente)  Eram um grupo sem direito à existência... Eu tinha-as (no meu pensamento moralista) no mesmo nível que um drogado do Casal Ventoso em fim de linha...

Eu realmente tinha o mesmo pensamento que o titular do email... E andava há algum tempo para escrever sobre o assunto... Mas nem sabia bem por onde começar... Portanto..Só lhe tenho a agradecer o mote...

Quem hoje até me considera arrogante, não me conheceu há 20 anos atrás... Eu era uma menina impetuosamente petulante. Tive a minha fase "rebelde sem causa" e cheguei à fase adulta. E não há intelectualidade que nos salve dos trabalhos temporários... A instabilidade é imensa... E neste cenário lá comecei a cogitar as minhas opções... Creio já ter descrito esta passagem algures pelo blog, portanto não me irei alongar muito...

Lembram-se da opinião que aqui a Princesa tinha das putas? Acho que ninguém consegue perceber (a não ser que o tenha sentido na pele) o asco que senti de mim mesma... É que nem foi dos homens que me tocaram, e sim de mim!
 Sou puta! Desci ao nível mais baixo da existência humana! - Era este o meu pensamento! (Sim..caí em depressão profunda em certas fases)

Mas a Princesa se descer ao Borralho vai aprender que a vida é muito mais do que o conhecimento que vem nos livros!
Ser puta fez de mim uma pessoa melhor! Aprendi a Amar-me, a respeitar-me e fazer-me respeitar. Conheci o melhor e o pior das facetas humanas. Descobri que o Amor existe e que vale a pena lutarmos pelos nossos sonhos!

Conheci Mulheres lutadoras, que pegaram nos seus destinos pelas rédeas e recusaram-se a desistir!
Mulheres intelectuais, que por reveses da vida se tornaram putas... E putas que aproveitaram (e bem) os tempos mortos para estudarem e se tornarem intelectuais!

Consigo compreender caro Mestre Impiedoso o seu ponto de vista. Consigo compreender que a ignorância facilmente se alimente de dogmas pré-estabelecidos... Mas como vê existem intelectuais que até são putas... E pasme-se putas que até são intelectuais...


20 comentários:

  1. Linda linda linda!
    Provavelmente dos textos em que mais gostei de te ler!
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As Metamorfoses têm destas coisas... Noutros tempos teria dado outra resposta... Sem ter transmutado a raiva em compaixão...

      Eliminar
  2. Por intelectual que até é puta entende-se aquele que vende a sua opinião sobre um assunto, certo?
    Quanto a putas que são intelectuais, não conheço nenhuma, as intelectuais são todas Acompanhantes.
    Mas também há putas com a mania que são intelectuais. Não são, não é a quantidade de livros que leu ou os bachareis que acumulou que fazem um intelectual. É o que se aprendeu neles. É uma forma de Saber Estar. E quem sabe estar, nunca é puta, é sempre acompanhante, nem que trabalhe no Vintão, como a Bruna Surfistinha.
    Venham muitas intelectuais como tu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uaua..fizeste-me um elogio? ;)
      Obrigada pelo apoio.

      Eliminar
  3. Há alguns manhosos que nem mereciam uma linha da tua resposta, ainda assim,muito bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. José Pedro, agradeço-lhe o tempo que dedicou a ler os meus desabafos... Se eu não lhe tivesse dado resposta o "mestre" ter-se-ia sentido vitorioso... Achando que me tinha magoado... Há que dar a outra face, mas com clase..eheehhe

      Eliminar
  4. Parabéns Sarah , brilhante !!! um beijo deste "teu" anónimo que muito te estima :D "Uma pausa temporal do meu afastamento"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo menos serviu para te arrancar da penumbra :)))))
      Venham essas pausas ;P

      Eliminar
  5. Um individuo que em vez de andar a consumir o seu tempo a auto melhorar-se e ajudar a criar um mundo melhor anda mais preocupado a enviar emails com o intuito de tentar pisar o próximo apenas revela que o mesmo é um ser irrelevante e de pequenez cognitiva desprezível, animais desses nem macerem uma resposta, apenas o desprezo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro leitor, para este ser o desprezo (leia-se silêncio) da minha parte seria visto como um acto (meu) de fraqueza... Ao expô-lo expus a sua decrépita realidade... Creio que posso fazer esta analogia: é como se eu tivesse dito "O Mestre vai nu!" ;)

      Eliminar
    2. Nem sempre o silêncio é a melhor resposta. Muito menos quando te tentam denegrir ou enxovalhar. O tal de mestre da dissimulação e da arte de se esconder atrás de um nick pedante sempre esteve nu. Nu de humanidade, de humildade, de coragem. A única coisa que fizeste, de forma brilhante, foi expor a sua cobardia.
      Beijos

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  6. As acompanhantes são putas, não é ofensivo, é o que é. E os homens que vão às putas são putanheiros. Ou será que vão ao acompanhamento? Eu não discordo que as putas tenham formação e inteligência para serem intelectuais. Há muitas. Eu acho que a Sarah é muito boa com as palavras mas deixa muito a desejar como acompanhante (puta). Poderia ter optado por uma carreira nas letras. Maior parte das putas estão na "vida" porque é uma bela forma de ter uma vida luxuosa e tratam maior parte dos clientes com desprezo, a quem paga um serviço. Quanto aos comentários do bla bla bla, a Sarah não precisa de defesa, sabe defender-se muito bem. Não precisam de estar a fazer de bons meninos, meninos de coro. Quantas vezes já foram às putas e sairam de lá com um serviço de merda? Quantas vezes já foram enganados com fotos? Fiz uma critica à Sarah... Fiz em privado, tenho esse direito:) se passou a publico não foi culpa minha. Cumps. Mestre Impiedoso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A quantidade enorme de dogmas falaciosos que consegue continuar a regurgitar...

      Existem Putas e existem acompanhantes...

      Existem Putanheiros e existem Homens que vão às meninas...

      Eu deveria ter tido a minha carreira nas Letras efectivamente, não tivesse a vida trocado as minhas voltas...

      E realmente eu não tenho jeitinho nenhum para ser Puta... Cuspir no falo... Dizer coisas como: "Adoro chupar o teu caralho"; "Ui ninguém me fode tão bem como tu!" e outras badalhoquices não fazem parte da minha forma de estar. Se por um acaso me vir (como já aconteceu) nessa posição até o faço... Mas eu tenho a certeza que vai soar a falso... Pois quando alguém me "obriga" a TENTAR encarnar A Puta, só pode dar desastre... Pois eu não estarei a ser genuína...

      E sim..Os meninos vêm às acompanhantes pelo prazer da companhia de alguém que os mima...acarinha...escuta...aconselha...e pelo meio até têm sexo... mas isso fez parte de algo maior...

      A maior parte das Putas e das Acompanhantes está neste meio por ter responsabildades e a vida as ter colocado entre a espada e a parede... São Mulheres Coragem...

      Se eu precisei de me defender de si, foi concerteza porque o seu comportamento me levou a isso...

      Fez o seu comentário em privado...sim... Mas o material era tão bom que tinha MESMO de ser lançado ao Mundo...

      Eliminar
    2. Apesar de a Sarah estar neste "mundo" parece desconhecer maior parte das coisas que se passam... sim, maior parte das fotos são falsas. Sim, maior parte das putas fazem fretes. Sim, uma acompanhante que oferece sexo é puta. Quando digo puta não é uma falta de respeito, respeito muito as putas (as que nasceram com a vocação para serem boas putas). Como a Sarah diz a "vida trocou-lhe as voltas" tenho pena , pode ser uma bela conselheira, uma boa psicóloga, mas não tem vocação para puta. Mas também assumo que deve ser melhor que 85% das ditas acompanhantes. Os meus dogmas não são falaciosos, é a realidade. Não estou a dizer que os clientes são perfeitos, não são, mas pagam pelo serviço e pagam o combinado. Eu quando pago um serviço quero o serviço com qualidade. Quando paga um serviço não gosta de ser bem servida? Todos os homens que vão às meninas são putanheiros (maior parte tem mulher em casa para conversar, aconselhar) Vão pela luxuria e pelo sexo. Ou assim devia ser... As acompanhantes, acompanham, quando oferecem qualquer tipo de sexo mesmo descompressão são putas. Quando o fazem bem, são boas putas (que eu respeito muito) quando o fazem só pelo dinheiro são mercenárias. Cumps. Mestre Impiedoso.

      Eliminar
    3. Sabe a que acho piada?
      À cobardia do e-mail anônimo, violento e degradante em relação ao discurso mais ou menos polido mas cheio de opiniões formadas com base na sua maior ou menor inteligência e experiência depois de ter sido exposto publicamente....
      Cobardia é cobardia. É não há argumentos que lhe valham.

      Eliminar
    4. O email, era privado. Nada contra a que seja publico, As minhas mensagens estão assinadas, não percebo onde foi buscar o anónimo. Violenta é a forma que uma boa parte dos clientes são tratados. As opiniões formadas são as minhas e cada um tem direito a ter as suas, só partilho a minha experiência e o conhecimento que tenho. Cobardia? Afinal não estou aqui a responder, fugi? O seu discurso é vago e pouco fundamentado. Depois disto acho que não vale a pena falar de inteligência. Mestre Impiedoso.

      Eliminar
    5. Mais um pouco e vai dizer que lhe estou a fazer um ataque pessoal....nao enfiei a carapuça ;)
      Sr. Mestre impiedoso... tanto eu como a sarah temos contactos disponíveis e por detrás deles estão vozes disponíveis e caras acessíveis. Você escolheu um nick pedante e um e-mail para ser agressivo. E agora quer o que? Quer ser tratado como o coitadinho que foi mal tratado pelas meninas? Quer passar de agressor a vítima? Continua cobarde...

      Eliminar
    6. Quer ofender-me e não sabe como, por isso inventou o cobarde :) O facto de ter fotos a mostrar o queixo e o corpo, ter um número de tlm especifico para o trabalho de acompanhante faz de si uma pessoa não anónima? Neste "mundo" somos todos anónimos, tanto as putas como os putanheiros... O cobarde não me ofende. Se está a fazer um ataque ou não, não sei. Sei que se respeita os seus clientes e tenta fazer um bom trabalho não devia estar tão ofendida com as minhas palavras. Sabe que 85% das putas enganam os clientes, trocam de número a cada 2 semanas, usam fotos falsas, a bem dizer são mercenárias. A sua atitude não é essa, devia querer acabar com isso... Como sabe no fim vai tudo para o mesmo "pacote":) O meu mail incomoda? Sinto algum preconceito em relação a isso:) Não quero , nem sou coitadinho. Agredidos são todos os putanheiros alvos de um mau serviço. A Sarah já admitiu que está aqui porque teve um percalço na vida. Podia ter tido um dia mau... Não fui assim tão mau, na verdade a critica que fiz foi muito boa, tínhamos perdido alguém que podia ter tido uma bela carreira nas letras. ;)

      Eliminar
  7. Mulher coragem que aprendeu a amar-se, que se redescobriu na crueza real da vida e assim melhor se dá ao respeito.
    Linda e valente guerreira.

    ResponderEliminar